Arché

O Arché é um espaço de desenvolvimento e pensamento criativo, que pretende colocar à disposição ferramentas e momentos de reflexão e formação para a criação de novos projectos cinematográficos, bem como oferecer um espaço de encontro entre agentes profissionais internacionais, num ambiente de grande partilha.

Acolhe 12 projectos de filme oriundos de países ibero-americanos e Itália e consiste num programa de 10 dias que inclui oficinas de desenvolvimento de projecto com tutores/as, uma sessão de pitching, encontros individuais com agentes da indústria, entre outras actividades.

oficinas arche rodrigo grilo

OFICINAS

As oficinas do Arché visam o aprofundamento temático e reflexão sobre as estratégias a implementar no filme, o visionamento de materiais e das versões de trabalho no caso de projectos em montagem ou de primeiros cortes.
pitching arche joao alves

PITCHING

A sessão de pitching é um momento de apresentação dos projectos para um público profissional alargado: produtores, distribuidores, agentes de vendas, programadores e outros agentes da indústria internacional.
encontros arche nadia pina

ENCONTROS

A sessão de encontros individuais de 15 minutos com profissionais do sector, visa a promoção, a internacionalização e o alargamento de oportunidades dos projectos participantes.

Em 2022, o Arché terá lugar de 12 a 20 de Outubro, coincidindo parcialmente com as datas do Doclisboa – Festival Internacional de Cinema e terá como tutores, entre outros, Virginia García del Pino (montadora e realizadora, Espanha) e Sergio Oksman (professor e realizador, Brasil/Espanha) entre outros.

virgnia garcia del pino arche

VIRGÍNIA GARCIA DEL PINO

Barcelona, 1966. Faz parte dos realizadores do “nuevo cine de autor español”. O seu filme "La 10ª Carta", estreada no festival de San Sebastián em 2014 e é nomeada aos prémios Forqué. Em 2018, o seu filme "Improvisaciones de Una Ardilla" vence a Biznaga de Plata do Festival de Cinema de Málaga para melhor curta-metragem documental. A sua instalação "Respirar, Correr, Mirar" (2019) esteve em exposição em várias galerias e na última edição do Festival Internacional de Cinema de Gijón. É tutora do Arché desde 2019.
sergio oksman arche

SERGIO OKSMAN

São Paulo, 1970. Vive em Madrid desde 1998, onde trabalha como realizador, produtor e professor na área do cinema documental. Dos filmes que realizou contam-se, entre outros, "O Futebol" (2015) e "Querido Fotogramas" (2018) e a curta "A Story for the Modlins" (2012), que venceu mais de uma centena de prémios internacionais. Coordena o departamento de cinema documental da Escuela de Cinematografía y del Audiovisual de Madrid, é professor da Elías Querejeta Zine Eskola e é membro do Comité de Especialistas do programa Ikusmira Berriak desde 2016.